Apenas os eventos, rifas e as demais ações postadas neste blog serão usados em prol do tratamento do Arthur.

ATÉ AQUI NOS AJUDOU O SENHOR
I Samuel 7.12

terça-feira, 21 de junho de 2011

Equipemento usa força da gravidade e solução química para retirar mais células da medula e dos vasos sanguíneos da placenta

 

Um novo dispositivo consegue elevar em 50% a eficiência da coleta de células estaminais do sangue do cordão umbilical de recém-nascidos e da placenta. O protótipo desenvolvido por estudantes da Johns Hopkins University, nos Estados Unidos, ainda está em fase de testes, mas os resultados são promissores e podem ajudar muitos pacientes com leucemia, linfoma e outras doenças sanguíneas que podem ser tratados com essas células.
"Sangue coletado do cordão umbilical e da placenta após o nascimento é a fonte mais viável de células-tronco, no entanto mais de 90% dele é descartado. Uma das razões principais para isso é a falta de um método de coleta adequado" , afirmaram os membros da equipe de pesquisa. Os alunos acreditam que a invenção, de fácil simples, chamada de Sistema CBX, poderia suprir estas lacunas.
Quando um bebê nasce, algumas famílias pagam para ter armazenado o sangue do cordão umbilical da criança, no caso das células-tronco serem necessárias para tratar uma doença no futuro. Quando as famílias não escolhem esta opção, os materiais contendo sangue do cordão umbilical são descartados como lixo hospitalar. Mas no 180 hospitais filiados com os bancos de sangue públicos do cordão umbilical, as novas mães podem doar sangue do cordão umbilical para que as células-tronco sejam extraídas e utilizadas para reconstruir o sistema imunológico de pacientes gravemente doentes, particularmente aqueles com câncer de sangue, como leucemia, linfoma e mieloma.
De acordo com os pesquisadores, o método atual de coleta destas células do sangue do cordão não funciona bem porque depende estritamente da gravidade. Mesmo quando o procedimento é bem sucedido, os rendimentos médios consistem apenas no suficiente de células-tronco para tratar uma criança, mas não o suficiente para tratar um paciente adulto, com base na dose recomendada de células.
50% mais eficaz
Para resolver estes problemas, os alunos desenvolveram um novo método de coleta que usa ambas as forças mecânicas e uma solução química para ajudar a separar e retirar mais células-tronco da medula e dos vasos sanguíneos da placenta.
Nos primeiros testes com cordões umbilicais e placentas descartadas na Universidade Johns Hopkins Hospital, o dispositivo coletou até 50% mais células-tronco do que o sistema de gravidade tradicional. "Acreditamos que nosso sistema irá aumentar o número de coletas de sangue, o que significa mais pacientes em geral se beneficiarão", disse um dos inventores do dispositivo, James Waring.
"Nosso próximo passo é otimizar o sistema para que ele mesmo recolha mais células-tronco. Com base em experimentos anteriores utilizando técnicas semelhantes, acreditamos que é possível obter duas a cinco vezes mais quantidade do que a produzida pela técnica de gravidade existente. O outro objetivo importante é tornar o uso do sistema o mais fácil possível para funcionários de hospitais", disse o estudante Christopher Chiang.

0 comentários:

Tradutor

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

Bem vindos!!



Criamos este blog para ajudar na Campanha pela recuperação
do Arthur com o transplante de células -tronco que será feito
na China.
Saiba todas as formas de se envolver na campanha
em busca de uma qualidade de vida para o Arthur.
Junte-se á nós,abrace essa causa
ENVOLVA-SE

Ajude doando e divulgando essa campanha.

Adriana e Edvaldo
(pais do Arthur)

Arthurzinho!

Roy Tanck's Flickr Widget requires Flash Player 9 or better.

Rotary promove jantar em Prol da Campanha

Roy Tanck's Flickr Widget requires Flash Player 9 or better.

Seguidores






Tecnologia do Blogger.